Como se planejar para pagar menos impostos em 2022

pagar-menos-impostos

Como se planejar para pagar menos impostos em 2022

O pagamento de impostos corresponde a uma enorme parcela das despesas anuais de qualquer brasileiro. 

 

Seja pessoa física ou jurídica, todo cidadão está sujeito a tributos de todos os tipos e muitas vezes acaba-se perdendo o controle sobre todas as taxas cobradas. Por isso, é importante ter um planejamento cuidadoso acerca dos impostos pagos ao longo do ano.

 

O pagamento de impostos é obrigatório, porém, não adianta tentar fugir. Sonegação é ilegal e pode acabar tendo consequências ainda mais negativas do que o custo da tributação no primeiro lugar. É possível, porém, reduzir a própria carga tributária de maneira regularizada. Se você deseja pagar menos impostos em 2022, siga com a gente que vamos ensinar!

 

Neste artigo, ensinaremos a prática da elisão fiscal, que é uma estratégia 100% legal para reduzir seus impostos para o ano que vem. Aprenda como reduzir custos para sua empresa, simplificando sua gestão tributária e maximizando seus lucros para o próximo período. Nada melhor que reduzir os impostos do primeiro trimestre, certo?

 

Então siga com a gente e saiba mais sobre como se planejar para pagar menos impostos em 2022. Tenha uma boa leitura!

Como é possível pagar menos impostos em 2022?

Toda empresa possui uma série de tributações específicas dependentes da área em que ela atua. Com tantas especificidades diferentes para cada setor, a gestão tributária acaba variando conforme as complicações de cada atividade forem variando.

 

A ideia geral, porém, vem de uma série de princípios do planejamento tributário, ou elisão fiscal. O ideal para prática de redução de impostos é fazê-lo com o acompanhamento de um contador especializado, para que se evite erros e potenciais irregularidades no processo.

 

É muito importante para qualquer negócio ter todo o cuidado no mundo ao realizar essas práticas, já que qualquer irregularidade pode ser detectada pela Receita Federal e acabar gerando uma auditoria e, eventualmente, a suspensão de atividades. Nada pior do que tentar reduzir custos e acabar gerando um enorme prejuízo, além de todo o transtorno.

 

A seguir vamos falar sobre as maneiras corretas de tornar sua carga tributária mais leve. Continue com a gente!

Confira também: Assessoria fiscal e tributária em Brasília – entenda a importância

Quais as melhores formas de reduzir impostos?

A prática da gestão tributária requer muito conhecimento prévio acerca de todos os detalhes que cada área de comércio, indústria ou serviços têm em suas operações. Cada imposto e como ele incide sobre uma empresa dependem de detalhes legais que um contador especializado pode alertar a um empreendedor.

 

Lembre-se, então, da importância de contar com a ajuda de um serviço de contabilidade nesse processo. Certifique-se de que todo corte de gastos seja feito de forma precisa. Veja as melhores formas de fazê-lo.

Calendário de impostos

Uma das principais práticas de planejamento tributário é organizar o pagamento dos seus impostos e a distribuição de todos os custos. Muitas empresas não se antecipam ao grande número de gastos tributários e trabalhistas que têm no início de todo ano e acabam passando por maus bocados no primeiro semestre para conseguir arcar com tudo.

Portanto, o parcelamento dos débitos ou a criação de um fundo de reserva com objetivo de arcar com taxas anuais são alternativas interessantes. 

 

Um calendário tributário pode ser alinhado ao planejamento financeiro de sua empresa, permitindo assim que a carga de impostos esteja inserida em todo o orçamento para 2022.

Regime tributário

Esta é possivelmente uma das partes mais importantes da gestão de impostos, já que envolve a definição da carga tributária da sua empresa para o próximo ano. Um regime tributário é o modelo de impostos em que sua empresa deve se enquadrar para definir a tabela de alíquotas que você vai pagar no próximo ano.

 

Existem três regimes principais com os quais sua empresa pode trabalhar e vale a pena conferir com seu contador qual dos três seria mais lucrativo para o seu negócio. Veja quais são:

  • Simples Nacional: o mais utilizado regime de impostos do Brasil, é exclusividade de microempresas e empresas de pequeno porte, além de ser o único modelo para quem é MEI. O Simples tem como grande vantagem a unificação de todas as guias de impostos em um documento unificado, que é o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional);
  • Lucro Presumido: este modelo utiliza um valor estipulado de lucro anual como referência para o cálculo dos impostos. O Lucro Presumido é um dos modelos mais utilizados por empresas de atividades intelectuais, como advocacia, medicina, engenharia, dentre outras. Empresas cujo faturamento anual excede R$ 4,8 milhões não podem se enquadrar no Simples, por isso costumam adotar este regime;
  • Lucro Real: conforme o próprio nome já diz, este modelo trabalha com o valor real de lucro em um ano para o cálculo tributário, e não com um valor presumido. Mais usado por empresas de grande porte, o Lucro Real é uma ótima alternativa com empreendimentos com volume alto de custos e faturamento que têm, por consequência, uma lucratividade menor.

 

Leia também: Entenda quando pode ocorrer a exclusão do Simples Nacional.

Revisão de processos

Uma série de empresas podem ter cobranças de impostos incididas a partir de atos de compra, venda, transporte ou diversos outros detalhes do seu cotidiano. Conforme dissemos no início deste artigo, cada área de atuação tem suas taxas específicas que podem ser aplicadas de forma diferente.

 

O que cada gestor precisa fazer, portanto, é fazer uma análise meticulosa acerca de todos seus processos internos, verificando tudo que é feito de maneira prolixa ou indevida, e que pode acabar gerando despesas desnecessárias, inclusive a incidência de impostos a mais. Fique atento!

Ajuda especializada

É sempre bom ressaltar que o melhor investimento para a gestão financeira e tributária da sua empresa é a contratação de um especialista! Um serviço de contabilidade pode ajudar todo empreendedor a lidar com as burocracias de forma mais prática e segura, dando mais tempo para focar na gestão direta do negócio.

 

Conheça então a Mercantil Assessoria Contábil! Nosso objetivo é trabalhar com cuidado e atenção para que nossos clientes recebam o melhor atendimento possível e que suas empresas apresentem os melhores resultados. Entre em contato com um de nossos contadores e tire suas dúvidas.

 

Gostou do texto? Aproveite para ler mais no nosso blog e confira nossas redes sociais para outros conteúdos! Continue a leitura: Ponto de equilíbrio – o que é e como calcular?

Nenhum comentário

Postar um comentário