Análise de custos empresariais: entenda a importância e como fazer

analise-de-custos-empresariais

Análise de custos empresariais: entenda a importância e como fazer

Todo empresário tem como objetivo central da sua gestão tornar seu negócio o mais lucrativo possível. Um dos pontos cruciais para que isso se torne viável é a análise de custos empresariais. Com a possibilidade de mais um ano economicamente instável, todo empreendedor precisa aprender a fazer isso de formas criativas.

 

Mas no que consiste a análise de custo? Qual é a definição desse termo e qual sua importância? Como fazer uma análise de custo precisa e eficiente? Todas essas perguntas têm respostas, mas é preciso ler com atenção!

 

Neste artigo vamos tratar todas essas dúvidas sobre a análise de custos e vamos ensinar você a pôr essa metodologia em prática na sua empresa! 

 

Venha com a gente e aprenda mais sobre essa ferramenta que pode contribuir para o equilíbrio financeiro do seu empreendimento e ser o diferencial para o seu sucesso a curto e longo prazo.

O que é a análise de custos empresariais?

A análise de custo é uma estratégia empregada por empresas que visam calcular de maneira precisa seus custos de produção, seja referente a serviços ou produtos, em um determinado período de tempo.

 

Considerando que existem dois tipos de custos, os fixos e os variáveis, pode-se dizer que esta análise é mais centrada nas despesas variáveis, já que para elas é necessário fazer certas medições, levantar dados e dividi-los de forma equivalente pelos produtos.

 

A análise de custos empresariais pode ser realizada por meio de diferentes formas chamadas “métodos de custeio” e existem três mais comuns: o custeio por absorção, o custeio variável e o custeio baseado em atividades. Vamos dissecar todas as três mais tarde!

 

Todos esses procedimentos devem estar alinhados ao controle financeiro da sua empresa, e devem partir de um objetivo pressuposto de redução de gastos e também potencialmente com um foco em estratégias de precificação.

 

Leia também: Pequenas empresas – o contador é importante para quê?

Qual a importância da análise de custos para minha empresa?

A análise de custos empresariais tem uma série de motivações que a tornam essencial. Ela é responsável por avaliar o desempenho do seu negócio e de cada produto individualmente, se for calculada dessa forma. Através dos dados obtidos nela é que se torna possível criar um planejamento estratégico mais afirmativo.

 

A precisão dos cálculos envolvidos nesse processo não pode ser subestimada, porém. Qualquer falha que gere resultados diferentes da realidade pode impactar negativamente as finanças da sua empresa, já que pode motivar o gestor a tomar decisões equivocadas a partir de informações incorretas.

 

E por fim, como dissemos na definição, a análise de custo é responsável por duas questões essenciais na gestão financeira de uma companhia. Uma delas a precificação de produtos e serviços, que só pode ser feita a partir de uma eficaz coleta de dados acerca de custos variáveis e custos fixos.

 

A outra questão primordial é o controle de gastos em si. A lucratividade de uma empresa se baseia em dois pilares: o faturamento e as despesas. 

 

A análise de custos empresariais é responsável por tentar reduzir as despesas e, por consequência, maximizar o lucro. É justamente por isso que todo empresário precisa empregar essa estratégia.

 

Leia mais: Saiba como calcular a margem de lucro de um produto e da empresa.

Como fazer a análise de custos empresariais?

Tendo em mente o valor da análise de custos para sua empresa, é hora de colocar a mão na massa! Para aplicar essa ferramenta de forma correta e eficiente, é preciso, porém, aprender alguns princípios básicos de controle financeiro. Além disso, é vital que se estabeleça uma organização de todas as transações da empresa em planilhas. Sem um controle meticuloso do fluxo de caixa, é impossível fazer uma análise de custos eficiente.

 

Vamos então para as metodologias mais comuns para a realização de uma análise de custos empresariais. Veja a seguir:

Custeio por absorção

O nome é dado pela “absorção” de todos os gastos envolvidos no processo para o cálculo do custo de um produto ou serviço. Levando em conta tanto as despesas fixas quanto as variáveis, tudo é distribuído pelos itens a serem vendidos pela empresa de forma proporcional.

Custeio variável

Também chamado de custeio direto, este método separa diretamente o custo de cada produto para si próprio. Sendo assim, só se leva em consideração os gastos variáveis, enquanto os gastos fixos são analisados em separado.

Custeio baseado em atividades

Conhecido como ABC por sua sigla em inglês (Activity-based cost), esta forma de cálculo leva em conta tudo que foi realizado anteriormente, desde pesquisas e qualificação ao transporte de materiais e teve relevância para a criação do seu produto. Todas as atividades realizadas até a produção são consideradas no custo.

 

Considerando o segmento que você opera, analisando o mercado, a concorrência e sua região é possível definir qual método de custeio faz mais sentido para o seu negócio. Considerando os números de vendas e a satisfação do cliente, é importante também fazer ajustes baseados no desempenho e na lucratividade.

Conte com ajuda especializada

É válido ressaltar que o cálculo de custos empresariais pode ser complexo, e analisar os valores obtidos também requer alguma experiência e assertividade. Se você é empreendedor, certamente o que não faltam são preocupações em relação à gestão da sua empresa, certo?

 

Sendo assim, o jeito mais seguro, mais prático e mais efetivo de lidar com os métodos de custeio é contratar um serviço contábil especializado. Por isso é hora de conhecer a Mercantil Assessoria Contábil! Somos uma empresa de contabilidade com anos de experiência em levar resultados positivos aos nossos clientes.

 

Entre em contato agora e saiba mais sobre nossas soluções e como elas podem ajudar o seu negócio a decolar!

 

Gostou do artigo? Venha conferir nosso blog e nossas redes sociais para encontrar outros conteúdos. Continue a leitura: Abrir empresa em Brasília – conheça o passo a passo

 

Nenhum comentário

Postar um comentário