Ponto de equilíbrio financeiro, econômico e contábil: o que é e como calcular

ponto-de-equilibrio-o-que-e-e-como-calcular

Ponto de equilíbrio financeiro, econômico e contábil: o que é e como calcular

A gestão de uma empresa passa por uma série de responsabilidades. Uma das principais é a realização do controle de todos os seus custos fixos. Este entendimento, inclusive, é fundamental para o cálculo do ponto de equilíbrio.

 

Estamos falando de uma fórmula indispensável quando o assunto é a lucratividade de uma empresa. Com isso, compreender tudo que está por trás deste assunto é fundamental na administração empresarial.

 

Contudo, nem todos os empreendedores entendem como realizar o cálculo do ponto de equilíbrio de suas empresas. O que abre as portas para uma série de riscos que podem comprometer as suas finanças.

 

Deste modo, a fim de proporcionar um entendimento mais assertivo sobre este assunto, preparamos um artigo! Leia com atenção e aproveite para compreender tudo o que você precisa saber sobre o ponto de equilíbrio. Vamos lá?

 

Acompanhe também o conteúdo sobre o: Empreendedorismo feminino no Brasil: Descubra como as mulheres estão mudando a cara do mundo dos negócios e liderando empresas.

 

Do que se trata o ponto de equilíbrio?

Você compreende qual é a lógica para que, no final do mês, uma empresa possa obter lucro por meio de suas vendas?

 

O lucro pode ser determinado pela diferença entre o faturamento obtido por uma empresa e a soma de todos os seus gastos. Ou seja, o valor que sobra por meio deste cálculo é considerado como lucro.

 

Deste modo, é fundamental também compreender do que se trata o ponto de equilíbrio de uma empresa. Estamos falando do momento no qual a sua receita é igual a soma de todas as suas despesas e custos.

 

Ou seja, o seu cálculo permite compreender quanto uma empresa precisa vender para que, ao final do mês, não obtenha prejuízo. Afinal de contas, o foco é fazer todos os seus pagamentos e ainda ter um valor sobrando.

 

Sendo assim, o ponto de equilíbrio é uma forma indispensável para a gestão financeira de uma empresa. Isso porque, ele permite que os gestores possam avaliar com maior assertividade a realidade de suas finanças.

 

Aproveite para acompanhar também o nosso artigo sobre: Pequenas empresas: o contador é importante pra quê?

 

Como encontrar o ponto de equilíbrio de uma empresa?

Para que um empreendedor possa encontrar o ponto de equilíbrio de sua empresa, ele deve levar alguns fatores em consideração. Confira a seguir quais são:

 

  • Despesas fixas;
  • Margem de contribuição.

 

As despesas fixas são todos aqueles custos que determinam o funcionamento de uma empresa. Ou seja, aluguel de escritório, folha de pagamento, conta de energia, entre outros pagamentos feitos todo mês.

 

Já quando falamos em margem de contribuição, estamos nos referindo ao ganho obtido por uma empresa por meio das suas vendas. Logo, tal informação é fundamental para encontrar o ponto de equilíbrio.

 

Sendo assim, a fórmula para encontrar o ponto de equilíbrio de uma empresa é mais simples do que aparenta ser. Deve-se somar as despesas fixas e dividi-las por sua margem de contribuição. Portanto, temos:

 

Ponto de equilíbrio = Despesas fixas / Margem de contribuição

 

A partir do resultado obtido por meio deste cálculo, os gestores à frente de uma empresa podem gerir as suas finanças com maior assertividade. O foco é traçar estratégias com o intuito de aumentar o lucro.

 

Confira também o nosso artigo sobre o: Pix: tudo o que você precisa saber sobre esse novo meio de pagamento.

 

Ponto de equilíbrio financeiro, econômico e contábil

Ao abordarmos o ponto de equilíbrio de uma empresa, é possível encontrar três modelos diferentes:

 

  • Financeiro;
  • Econômico;
  • Contábil.

 

Para entender melhor cada um deles, vamos começar com o modelo mais simples de ser entendido, o contábil. Assim, no ponto de equilíbrio contábil, deve-se dividir a soma de todos os custos e despesas fixas pela margem de contribuição.

 

Desse modo, o resultado obtido por meio do cálculo acima representa o quanto de receita uma empresa precisa para igualar todos os seus gastos.

 

Já no ponto de equilíbrio financeiro, o processo é diferente. Isso porque, não se leva em consideração despesas desembolsáveis e a depreciação de ativos como custos fixos de uma empresa.

 

Por fim, no modelo econômico, deve-se acrescentar na soma de todos os gastos o custo de oportunidade. Portanto, é fundamental compreender todos os modelos disponíveis, a fim de proporcionar uma gestão mais assertiva.

 

Agora que você já compreende do que se trata o ponto de equilíbrio, basta colocar o seu conceito em prática! Para a gestão da sua empresa, conte com o suporte de um serviço especializado, como a Mercantil Assessoria Contábil.

 

Por meio dos nossos serviços, você encontra soluções e experiências viáveis para as adversidades impostas pelo mercado. Aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como nós podemos te ajudar!

 

Não se esqueça também de seguir as nossas redes sociais e acessar o nosso blog para acompanhar outros conteúdos como este!

Nenhum comentário

Postar um comentário