Geração de caixa: um plano para quando parecer que não há alternativas

geração-de-caixa-um-plano-para-quando-parecer-que-não-há alternativas

Geração de caixa: um plano para quando parecer que não há alternativas

 

Um dos principais motivos que influenciam no insucesso de uma empresa se apresenta como a falta de um controle sobre as suas finanças. Dessa maneira, conhecer conceitos como a geração de caixa podem fazer toda a diferença.

 

No último ano, notou-se uma alta de 1,3% no número de empresas que faliram, de acordo com dados disponíveis pela Boa Vista.

 

Dessa forma, é de extrema importância entender que ter controle sobre o setor financeiro é uma das atitudes que permitem que uma empresa se mantenha ativa no mercado.

 

Sendo assim, entendendo a influência que a geração de caixa gera na estabilidade de uma empresa, preparamos este artigo! O nosso intuito é te informar acerca do assunto, a fim de não restar nenhuma dúvida. Acompanhe conosco!

 

Geração de caixa: descubra o seu conceito!

Todo empreendedor que deseja manter a sua empresa financeiramente saudável e em constante crescimento, deve entender como a geração de caixa funciona.

 

Dessa maneira, ela é definida pela capacidade que uma empresa possui de honrar com todos os seus compromissos financeiros.

 

Ou seja, a geração de caixa é o que permite um empresário identificar se a sua empresa tem caixa suficiente para arcar com os seus pagamentos. 

Neste sentido, estão envolvidos despesas como manutenção de equipamentos, folha de pagamento, impostos, tributos, dentre outros gastos.

 

A sua principal função, além de identificar todo o dinheiro que entra e sai do caixa, é permitir que ele se mantenha sempre positivo.

 

Quando o caixa de uma empresa se apresenta como positivo, significa que ela tem totais condições de arcar com todas as suas despesas.

 

No entanto, quando o caixa está negativo, é possível que a  empresa venha a encontrar dificuldades financeiras, como atraso de pagamentos e, em situações mais críticas, quebrar.

 

Um dos principais problemas relacionados à geração de caixa é que o seu conceito acaba sendo confundido com o lucro de um negócio. Essa confusão pode acarretar em diversos problemas para um empresário, que pode vir a conviver com a falência da sua empresa.

 

Portanto, saiba agora como diferenciar ambos os conceitos e não correr o risco de confundí-los nos seus processos empresariais.

 

Qual a diferença entre lucro e geração de caixa?

Apesar da constante confusão relacionada aos termos, a sua diferença é mais simples do que se imagina.

 

Acontece que o lucro de uma empresa se apresenta como o valor que ela ganha por meio da venda dos seus produtos e/ou serviços.

 

O lucro é definido pela diferença entre o seu valor e o valor de custo. Feito o cálculo, é possível identificar qual é o lucro que uma empresa obtém.

 

Em contrapartida, a geração de caixa, como você já pode perceber, é a condição que uma empresa tem de ficar em dia com todas as suas responsabilidades financeiras.

 

Como melhorar a geração de caixa da minha empresa?

Constantemente, é necessário avaliar a geração de caixa da sua empresa a fim de garantir que ela se mantenha financeiramente saudável.

 

Afinal, estamos lidando com um mercado marcado pela alta competitividade e constantes mudanças. Logo, é de extrema importância adaptar os seus processos empresariais para atender à todas as demandas com o intuito fim de manter a sua empresa estável.

 

Dessa maneira, entendendo que a geração de caixa atua com o intuito de manter o caixa da sua empresa sempre positivo, deve-se sempre se atentar às possíveis melhorias no processo.

 

Portanto, existem alguns métodos que influenciam na melhoria da geração de caixa. Acompanhe a seguir!

 

Faturamento sobre controle

Toda empresa deve ter um controle sobre o seu faturamento, contribuindo diretamente com o seu fluxo de caixa.

 

Ou seja, se você deseja melhorar a sua geração de caixa, é de extrema importância se atentar à todo o dinheiro que entra e sai da sua empresa.

 

Solicitação de empréstimos

Uma prática muito comum, principalmente entre os pequenos e médios empresários, é a solicitação de empréstimos.

 

Entretanto, empréstimos demasiados podem resultado no acúmulo de dívidas e, consequentemente, em problemas financeiros.

 

Dessa forma, é fundamental que, caso precise contratar um empréstimo, você, empresário, busque negociar com o banco as condições que estejam de acordo com a realidade da sua empresa.

 

Clientes pagando com antecedência

Outro método para melhorar a geração de caixa da sua empresa é fazer com que o dinheiro entre antes do fechamento do mês.

 

Dessa maneira, não é necessário, diante das diversas tarefas comuns no final de cada mês, ter que correr atrás dos seus clientes.

 

Sendo assim, ofereça oportunidades como promoções, descontos e datas especiais como, por exemplo, a semana do cliente ou black friday.

 

Por fim, é indispensável que toda empresa entenda que a geração de caixa é uma forma de mantê-la financeiramente saudável.

 

Portanto, se você deseja mais dicas para a saúde financeira da sua empresa, acesse o nosso blog e confira todos os nossos conteúdos!

 

1 Comentário

Postar um comentário