Mercantil Assessoria Contábil

gestao-tributaria

Gestão Tributária: entenda sua função e como implementá-la!

A carga tributária brasileira é uma das mais altas do mundo. Um dado que indica essa tendência, é que em 2021, o valor foi 2,14 pontos percentuais mais alto do que em 2020. Passando a representar 33,90% do Produto Interno Bruto, em comparação a 31,7% do ano anterior.

A tributação das empresas com certeza é uma das maiores preocupações de empresários e gestores. Afinal, se a organização for tributada de forma incorreta, pode levar ao pagamento de impostos a mais, e colocar a saúde financeira da empresa em risco.

Assim, é fundamental que empresários tenham ao seu dispor ferramentas que auxiliem no controle do pagamento de tributos. Desse modo, o serviço de gestão tributária traz mais assertividade e segurança para a administração da empresa.

Para te ajudar a entender mais a respeito desse serviço e como implementá-lo em seu negócio, preparamos esse artigo, por isso, leia-o com atenção. 

Tenha uma boa leitura!

O que é gestão tributária?

A gestão tributária nada mais é do que uma metodologia de trabalho que visa administrar os tributos de uma empresa.

Ela não apenas faz a gestão de tributos, como também realiza uma análise dos impactos de cada um deles no financeiro da empresa. Isso contribui para planejar o caixa e o fluxo financeiro da empresa a longo prazo. 

Ou seja, essa metodologia acompanha os tributos da empresa nas esferas municipais, estaduais e federais, certificando-se que a empresa está em dia com todas as obrigações necessárias para que a empresa funcione de forma regular. 

Esse serviço, então, se coloca como um aliado ao gestor ou empresário, permitindo que se tenha mais organização, economia e até mesmo uma boa precificação de seu produto ou serviço.

Continue nesse artigo para descobrir como a gestão tributária ajuda a sua empresa. 

Leia mais: O que é planejamento tributário: como fazer uma análise tributária para pagar o menor imposto.

Qual a importância da gestão tributária?

Hoje, o Brasil cria cerca de 46 novas regras de tributos a cada dia útil. Nesse contexto, pode ser difícil para as lideranças das empresas fazer toda a gestão empresarial, manter o operacional em dia, e ainda estar atualizado perante todas as mudanças da legislação. 

A gestão tributária se coloca como crucial para o bom funcionamento da empresa, pois além de garantir que se esteja conforme a legislação, traz mais controle das finanças da empresa, pois é possível conseguir diminuição nos tributos. 

Por se tratar de um serviço que exige um alto conhecimento a respeito da legislação tributária brasileira, é fundamental que se tenha o suporte de uma contabilidade especializada. 

Os profissionais contábeis conhecem de forma profunda as leis que regulam o regime tributário escolhido por sua empresa. Assim, conseguem otimizar a sua gestão, além disso, também será possível conhecer de forma mais próxima os custos da sua operação. 

Como implementar a gestão tributária em sua empresa? 

Nesse ponto do artigo, você já deve ter noção do quanto a gestão tributária é importante para uma empresa. Mas afinal, como aplicá-la em sua empresa? 

Para te ajudar com isso, separamos algumas ações de gestão de tributos que uma empresa de contabilidade irá implementar no seu negócio.

Organização de processos

O primeiro passo para a gestão tributária de uma empresa é a organização dos processos. Ao entender como as coisas funcionam e quais são as atribuições de cada um dos funcionários, será mais fácil realocar ou mudar processos ineficientes.

Esses procedimentos feitos de forma incorreta podem levar a esquecimentos dos pagamentos de tributos, que podem incorrer em multas que desequilibram as finanças do negócio.

Escolha do regime tributário

A gestão tributária também auxilia o empresário na escolha do seu regime tributário. O regime de tributação do negócio, será o que definirá a forma com que os tributos serão recolhidos e as alíquotas que incidem sobre o seu empreendimento. 

Nesse sentido, a escolha incorreta pode levar a uma tributação danosa. Além disso, após a escolha só deverá ser possível trocar durante o próximo ano fiscal. 

Uma empresa contábil que faz a gestão tributária de forma correta, irá analisar as particularidades da sua organização para indicar qual será o regime mais vantajoso. Existem três opções, os quais são:

  • Simples Nacional: para empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano;
  • Lucro Presumido: para empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano;
  • Lucro Real: para empresas que faturam a partir de R$ 78 milhões sem limite de faturamento.

Busca por incentivos fiscais

A gestão tributária pretende não apenas organizar a tributação da empresa, mas também diminuí-la. Nesse sentido, é indispensável buscar na legislação, incentivos, benefícios, ou até mesmo renúncias fiscais. 

Dessa forma, você poderá economizar em alguns tributos, fazendo com que sobre mais capital para investir em outros setores do negócio.

Como você pôde observar, a gestão tributária é indispensável para qualquer negócio que deseja ter mais assertividade em sua gestão e competitividade no mercado. Por isso, tenha sempre ao seu lado uma contabilidade de confiança para lhe auxiliar com esse processo. 

Conte com o suporte da Mercantil!

Deseja realizar a gestão tributária da sua empresa, mas não sabe como? Conte com o suporte da Mercantil Assessoria Contábil!

Com 10 anos de experiência no mercado, oferecemos serviços de qualidade e com competitividade. Nossa administração busca sempre buscar novos conhecimentos para oferecer as soluções que o mercado pede, de modo a melhorar os resultados das empresas.

Entre em contato e conheça nossas soluções! Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog para saber mais informações sobre contabilidade e gestão, e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais para mais dicas.

Leia mais: Atualização de Limite do Simples Nacional: conheça a medida provisória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *