Quanto custa abrir uma empresa em Brasília? Entenda o passo a passo

abrir-uma-empresa-em-brasilia

Quanto custa abrir uma empresa em Brasília? Entenda o passo a passo

Nos dias atuais uma das soluções mais buscadas para quem quer alcançar bons rendimentos financeiros é o empreendedorismo. Adentrar essa área não é uma tendência momentânea,  é a maneira que muitas pessoas buscam para melhorar suas próprias vidas, alcançar sonhos e crescer.

 

Entretanto, quem decide embarcar nessa jornada precisa saber que, aqui no Brasil, o ambiente criado para o empreendedor não é dos mais fáceis. 

 

Essa é uma tarefa muito árdua, que complica ainda mais se considerarmos a onerosidade e complexidade do nosso sistema tributário, que é identificado como o mais burocrático do mundo. 

 

Para poder colaborar com você, que compartilha do sonho de que empreender pode mudar não só a sua vida, mas também o meio social, elaboramos um passo a passo para você entender quanto custa abrir uma empresa em Brasília

 

Nesse artigo você compreenderá como funciona o processo de abertura de uma empresa na capital do país, quais são as burocracias e como realizar esse processo da melhor forma possível. Vamos aprender?!

Empreender em Brasília

Para quem busca abrir uma empresa, Brasília pode ser uma ótima opção para isso. A cidade foi considerada, em um ranking da Endeavor com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), a quinta melhor para empreender no Brasil. 

 

O fato de ser um grande pólo político, colabora para isso, apresentando alto potencial para quem deseja explorar esse mercado.

 

Nessa pesquisa, a capital do país ainda ficou em terceiro lugar, sendo considerada o melhor mercado para empreender. Além disso, ocupou entre as dez melhores em: infraestrutura (10ª) e acesso capital (9ª).

 

Entretanto, quando considerado o ambiente regulatório, Brasília cai para a 97ª posição. Por isso, entender toda a legislação que regula o funcionamento de uma empresa na cidade é fundamental para que isso não se torne um impasse para o bom desenvolvimento.

Quanto custa abrir uma empresa? 

O processo de abertura de uma empresa em Brasília é considerado ágil. Então, essa característica positiva pode ser um bom fator para iniciar um empreendimento no local. Essa desburocratização, atingida principalmente pela digitalização, torna esse procedimento mais simples e rápido.

 

Não existe um valor fixo para abrir uma empresa em Brasília. Na verdade, não há essa fixação de custos em nenhum local. Todo esse processo depende de diversas variáveis como, por exemplo, qual o tipo e modalidade jurídica do negócio.

 

Para realizar esse passo a passo, vamos dimensionar quais são os principais custos para abrir uma empresa em Brasília, então veja quais são a seguir.

Contratação de uma contabilidade

Muitos desconsideram a contratação de uma contabilidade. Todavia, esse suporte se faz necessário, inclusive, nas etapas que antecedem ao processo de abertura. 

 

A contabilidade te auxiliará a escolher o melhor regime tributário, a elaborar um planejamento tributário assertivo para que sua empresa utilize as melhores estratégias de redução de impostos. 

 

Além de olhar o aspecto financeiro, esse suporte estará acessível para você na organização de documentos e registros para a abertura empresarial.

 

Em Brasília, você encontra todos esses serviços por meio do auxílio prestado pela Mercantil Assessoria Contábil

 

Visto isso, saiba qual é a importância de contar com uma assessoria contábil após a abertura da empresa.

Taxas de abertura

Para se formalizar, é necessário pagar as taxas de abertura de uma empresa

 

Em Brasília, de acordo com dados da Junta Comercial do Distrito Federal (JUCIS-DF), os valores de abertura de empresas podem variar de R$ 150 a R$ 545.

 

  • Empresário: R$ 150,00;
  • Sociedades mercantis: R$ 295,00;
  • Sociedades por ações e Empresas públicas: R$ 525,00;
  • Cooperativas: R$ 490,00;
  • Consórcio e Grupos de Sociedades: R$ 545,00.

 

Além desse registro na JUCIS-DF, há outras taxas que precisam ser pagas nesse processo de abertura, como: 

 

  • Certificado Digital para a emissão de Nota Fiscal Eletrônica;
  • Alvarás de funcionamento e localização, liberados pela Prefeitura, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária;
  • Taxas extras para registro de firma em cartório, autorizações estaduais e registros em órgãos reguladores que certas atividades podem requerer.

Capital social

O capital social é um valor estabelecido pelos sócios ou acionistas no momento de abertura da empresa. 

 

Essa é a quantia utilizada para iniciar o funcionamento do empreendimento, em que os primeiros passos são:a contratação de funcionários, a aquisição de equipamentos, a manutenção e demais pagamentos. 

 

Definir esse valor pode ser um processo burocrático, mas não se prenda a isso. Ele varia de acordo com a natureza jurídica do negócio. Em alguns casos, como o MEI, não é obrigatório. Em outras modalidades, apesar da exigência, não é definido um valor mínimo. 

 

Na extinta EIRELI havia um capital social, que obrigava um valor equivalente a 100 salários mínimos.

 

Por mais que atualmente não se exija um valor mínimo, é sempre importante pesquisar quais os custos iniciais do seu negócio para que você possa definir um que seja compatível com sua realidade. Ele pode ser alterado depois. 

Gastos operacionais

Definir o valor do capital social acaba por não ser propriamente um custo, entretanto, passa a ser quando surgem os primeiros gastos operacionais.

 

Neste momento deverá ser utilizado o montante injetado no investimento inicial para cobrir as despesas de funcionamento da empresa, como:

  • Aluguel ou compra do ponto comercial, escritório ou loja;
  • Marketing e anúncios;
  • Contas de água, luz, internet, telefone, IPTU e etc;
  • Compra de computadores, celulares, automóveis, mobílias e móveis, matéria-prima, equipamentos, ou o que quer que seja essencial para a operação;
  • Contratação de funcionários;
  • Pró-labore;
  • Manutenção, reforma e limpeza do local de trabalho.

 

Para ter uma noção prévia do quanto será gasto nessa parte, faça um orçamento do que será necessário adquirir e procure sempre as lojas, ou os serviços que você confia, no qual oferecerão produtos de qualidade em um valor realista ao seu investimento.

Pró-labore

O pró-labore é a remuneração pessoal de um sócio correspondente ao trabalho exercido por ele na empresa. O pagamento é opcional e o valor é definido justamente pelo grupo societário.

 

Indicamos que seja um valor baixo e compatível com o tamanho financeiro do seu negócio. Uma vez que uma retirada desproporcional pode garantir déficits à empresa. Obviamente, conforme seu empreendimento for crescendo, esse valor tende a aumentar.

 

Esse valor é como se fosse um salário. Entretanto, os benefícios garantidos pela CLT, como décimo terceiro, FGTS e demais contribuições, são opcionais. Avalie precisamente o que vocês precisam antes de chegar ao valor final.

Registro de marca

Realizar o registro de marca é um fator fundamental para que você possa utilizá-la legalmente em todo o Brasil. Pular essa etapa do processo pode tornar-se um problema futuro para sua empresa, por conta de roubo de propriedade intelectual e plágio.

 

Quando falamos de registro de marca, não estamos nos referindo apenas aos aspectos visuais como nome, logo, mas também a patentes dos produtos criados pelo seu negócio. 

 

Esse processo começa ao solicitar o registro de marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). São várias etapas e os custos podem ser acessados na planilha disponibilizada pela instituição. Ela norteia os valores de acordo com o que você precisará para determinada atividade.

 

Conte com ajuda especializada para abrir uma empresa em Brasília

Neste artigo, destacamos os principais custos para abertura de uma empresa em Brasília. Entretanto, como já ressaltamos, não existe um valor fixo, então há variáveis a serem consideradas de acordo com o seu negócio para essas despesas. 

 

A melhor maneira para se estruturar com previsibilidade é contar com o apoio de uma contabilidade. Ela não te ajudará apenas nos processos fiscais e tributários, mas também em toda estratégia nessa etapa inicial.

 

Sabemos a importância desse serviço e quão relevante é para que um futuro empreendedor possa se aproximar da realização de seus sonhos e objetivos. 

 

Para isso, nós, da Mercantil Assessoria Contábil, contamos com os profissionais mais experientes e qualificados para que possamos ser seu braço direito nessa fase e nas que virão durante a jornada de sua empresa.

 

Entre em contato e saiba mais sobre nossas soluções e como elas podem ajudar o seu negócio a decolar!

 

Gostou do artigo? Venha conferir nosso blog e nossas redes sociais para encontrar outros conteúdos. Continue a leitura: Diagnóstico empresarial: como a Mercantil atua no seu negócio.

 

Nenhum comentário

Postar um comentário